Óbvio que Petkovic ficaria

Ao que parece, já existe uma certa antipatia do vice de futebol do Flamengo, Marcos Braz, com o meia Petkovic, há algum tempo. Bastou, então, o sérvio cometer um deslize para o dirigente pedir sua cabeça. Ficou querendo.

Sensatamente, a presidente do rubro negro, Patrícia Amorim, colocou panos quentes na situação, negou a saída do jogador, o puniu e colocou um ponto final nessa história. No final, prevaleceu o bom senso, seja ele financeiro ou esportivo.

Petkovic errou, para começo de conversa. Não se deixa o estádio no intervalo da partida, só porque foi substituído. Tanto porque o atleta pode ser sorteado para o exame antidoping, como por respeito aos colegas e ao clube – o mínimo que se espera é que torça pela vitória. Assim, uma multa ou outra punição é totalmente cabível e aplicável à situação.

No entanto, a indisciplina de Pet não foi forte o suficiente para puni-lo com o afastamento em definitivo. O vice de futebol, Marcos Braz, parece esquecer, propositalmente, que o sérvio foi decisivo na conquista do Campeonato Brasileiro, há apenas algumas semanas, e deixa seus sentimentos pessoais se sobreporem aos profissionais.

Enfim, agora a questão a ser administrada pela presidente Patrícia Amorim é o péssimo clima que ficará nos bastidores do clube. Afinal, está bem claro para todos que, “quem manda” no futebol rubro negro quer ver o ídolo da torcida bem longe da Gávea.

Tags: , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: