110 anos

Os mais antigos que frequentam este blog já sabem que sou de Campinas, assim como, provavelmente, já leram meus posts sobre os dérbis campineiros. A partida entre Guarani e Ponte Preta (e vice-versa) faz parte da minha vida futebolística. Vivo esse jogo com a mesma paixão que os bugrinos e pontepretanos, apesar de não ser torcedor de nenhum dos dois clubes. E talvez, exatamente por isso, sinto esse confronto com o mesmo fervor, independente do resultado. Só que em 2010 não teremos dérbi…

Guarani na Série A do Brasileiro e Ponte na Série B. No Paulista, o inverso. O ano, ao menos, reserva uma data especial: o aniversário de 110 anos da Macaca – aos bugrinos, o ano especial será o próximo, com o centenário alviverde.

Só que esta quarta-feira é alvinegra. Não importam as dezenas de amistosos entre seleções pelo mundo ou a repercussão da estreia do Mano Menezes, hoje, 11 de agosto de 2010, o dia é da Ponte Preta.

Desde que comecei a trabalhar no jornalismo esportivo em São Paulo, percebo que muita gente acha que o futebol é feito apenas dos times grandes. Esquecem-se de tantos clubes espalhados por aí com história, tradição e, acima de tudo, torcida.

A Ponte não é um dos grandes clubes do Brasil. Também não é um dos pequenos. Costumo dizer que frequenta o escalão intermediário. Mas como, perguntarão os incrédulos, se nunca conquistou um título de primeira divisão em toda sua cetenária história? Pois é, justamente isso que torna a Ponte especial.

Já imaginaram um clube do interior – apesar de Campinas, atualmente, ter cerca de 1,1 milhão de habitantes -, sem títulos, sem o apoio de federações, isolada, conseguir sobreviver por 110 anos? Essa é a Ponte Preta, que deve muito de sua história a sua fanática e apaixonada torcida. Clube que sofreu com os desmandos da cartolagem e arbitragem, principalmente em decisões. A final de 1977, narrada da boca dos protagonistas pontepretanas, ganha outros contornos, por exemplo.

Na finada e saudosa Revista Trivela, certa vez fizemos uma pesquisa com jornalistas do Brasil inteiro sobre os maiores clássicos do país, e o dérbi campineiro ficou em 11o, à frente de confrontos entre muitos times grandes. Ponte Preta e Guarani entre os maiores jogos do Brasil. Isso não é pouco (curioso é perceber como, inevitavelmente, em um texto sobre qualquer um dos rivais, ambos serão sempre citados).

Hoje na segunda divisão nacional, a Ponte luta para recuperar seu lugar na elite. O time é mediano e foi montado por Jorginho, que ganhou carta branca da diretoria. Esta, presidida por Sérgio Carnielli desde 1996, reergueu o clube, deixou baixar de novo e agora busca alternativas para achar o caminho novamente – como a venda do Moisés Lucarelli.

Ao longo das décadas foram muitos os craques revelados no Moisés Lucarelli. Oscar, Dicá, Polozzi, Carlos… besteira ficar citando nomes. Por mais que um clube se construa com ídolos e títulos, quem mantém a instituição é a torcida. E no caso da Ponte, torcida que ajudou a levantar o estádio, que sempre participou ativamente de sua história, que segue indo às arquibancadas do Majestoso toda semana.

Talvez este texto tenha ficado muito sentimental. Alguns vão criticar, esnobar. Mas os verdadeiros amantes do futebol, vão compreender essas linhas. O futebol vai muito além da simples racionalidade. Envolve muitos outros sentimentos, estes, nem sempre explicáveis. Para os pontepretanos, a Nega Véia é um destes.

Portanto, fica a homenagem: parabéns, Ponte Preta, por seus 110 anos. O clube de futebol mais antigo do Brasil*.

*Não poderia deixar de criar a polêmica: o Rio Grande foi fundado em 19 de julho de 1900, mas ficou por algum tempo com o futebol inativo. Portanto, por longevidade, considero a Ponte a mais antiga do país. Mas, de qualquer modo, isso é apenas um detalhe.

Tags: , ,

Uma resposta to “110 anos”

  1. Mini-Crítico Says:

    Eu não esnobo não! Parabéns, Macaca. Campinas, o maior celeiro de craques do país.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: